Se você acredita que comportamento é uma soft skill que não é mais um problema para você assumir uma cadeira de liderança ou gestão, então vamos falar agora sobre auto conhecimento, caso ainda tenha alguma dúvidas sobre o tema comportamento vale dar uma lida em nosso último post falando sobre comportamento.

O termo Auto conhecimento parece até ser muito simples, mas é comum ver pessoas que não se adaptam a cadeira de liderança assumindo cargos de gestão, isso acontece por muitos fatores que vamos levantar neste artigo. Uma dica importante para você evitar passar por momentos como este, é se perguntar: “onde eu quero chegar?”.

Se você ainda não se fez essa pergunta, este é um importante sinal para você ficar atendo ao tema “Auto conhecimento”.

Primeiro entenda as opções de carreira que você pode seguir, em muitas empresas são oferecidas planos de carreira em formato “Y”, isso por que, muitos profissionais não querem evoluir em sua profissão assumindo uma cadeira de liderança, este formato dá aos profissionais as opções de seguir como especialista no assunto ou gestor de pessoas.

O especialista é o profissional responsável por dar apoio técnico aos outros profissionais da área, ele tende a ser o profissional com mais conhecimento técnico de um assunto entre os colaboradores de uma empresa, este perfil não atua como gestor  de pessoas, seu objetivo é ser uma referência no assunto ou área que ele atua onde os profissionais menos experientes podem buscar apoio sempre que for necessário.

A cadeira de especialista não gera tantas mudanças nas rotinas de trabalho, esse profissional continuará realizando seu trabalho de forma parecida com o que está acostumado, porém, ele terá como objetivo adicional, ajudar outros profissionais da mesma área a se desenvolver tecnicamente compartilhando seus conhecimentos e experiências.

Por outro lado, a cadeira de gestão vem acompanhada de habilidades de relacionamento com pessoas, o profissional que assumir este papel deve ser responsável pela qualidade  de trabalho tirando os impedimentos dos colaboradores como acessos, ferramentas, evolução profissional e gestão de carreira do seus liderados.

Vale lembrar que o termo gestão é diferente de liderança, quando falamos de gestão trata-se de garantir que as coisas continuem funcionando ou seja se mantenham como estão, contratar profissionais para que não pare nenhum processo ou trabalhar ou  controlar o orçamento para a empresa não sofrer nenhum impacto nas entregas planejadas.

Já o termo liderança trata-se de inspirar pessoas a te seguir através de exemplos, isso quer dizer que liderança pode estar presente em todas as áreas de uma empresa, ela é o perfil de um profissional e não a cadeira que ele ocupa.

liderança é também uma habilidade que pode ser treinada e isto é uma excelente forma de entender o quão apto você está para fazer gestão de pessoas.

Já descobriu onde você quer chegar? Seja como um especialista ou como um gestor de pessoas, vale se preparar para o próximo passo, se conheça e entenda como você gostaria de atuar quando tiver sua oportunidade, o mercado está favorável para os profissionais de design, mas poucos estão realmente preparados para realizar o trabalho da melhor maneira.

Conte com a gente e tenha muito sucesso em sua jornada!